quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Toma lá!

Ei, pssst, pssst. Tu, sim tu!
Conseguiste o segundo feito (o primeiro foi calar-me! Eheheh). O segundo é fazer-me ir ler textos antigos, só para tira teimas.
Voltei a ler e, se fosse hoje, voltaria a escrever exactamente o mesmo e a assinar por baixo.
Volta-se, pode voltar-se sempre. Já o fiz e não me arrependo um milímetro. Faria outra vez se a vontade fizesse sentido. Mas não faz, nem vontade nem sentido.
E não, não estou a ser teimosa. Sei-o intimamente.
Tão certo como saber que até se pode comer e gostar de comer um cozido, mas aquilo que nos sacia e enche é um belo prato de pasta.
Tão certo como saber que quando olho para qualquer lado, não é essa a imagem que eu tenho, nem esse cheiro que sinto.
Tão certo como saber que é um pleno: racional e emocional.
Tão certo como saber que quando me perguntas se sei o que eu quero e eu te respondo que sei bem o que não quero, na realidade tambem sei onde "me quero".
Tão certo como saber que tu sabes muito bem do que falo.
Tão certo como saber que o que gostas é de me ouvir falar à tonta. Eheheheh
São assim pequenas certezas desta miuda que não é bem da Terra mas mais lá para os lados da Europa, Lua de Jupiter, porque é por ai que orbito. :)

1 comentário:

Busabroder disse...

Vá como eu às vezes até consigo ser um gajo decente, vou-te facilitar a vida e dar-te a resposta que me cala definitivamente: "Não me apetece."
Tudo o resto é só uma questão de perspectiva, e nada mais ;) por ex, o que não faz sentido pa ti pode fazer pa outro, o que hoje não faz sentido para ti, pode fazer amanhã se mudares a tua perspectiva. Mas se nao te apetece, não te apetece e ponto.

beijos

ps: cenas dos próximos capítulos: "eu sou uma gaja simples" ya pois tá bem... hihihihihihihihih...