sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Coisas (boas/más) e sorrisos

De facto, há coisas giras. E temos de aproveitá-las, sempre. Reconhecer o momento que nos tocam e saborea-lo, só saborea-lo, sem "escapulizar" o porque de o sentir.
A tarde foi...cheia. Sim, é a melhor maneira de a caracterizar, cheia.
Depois dos tem-de-ser, da vidinha do dia-a-dia, tipo pagar facturas, fazer compras, aproveitei para ir esplanadar um bocadinho no CCB. Costumava ir lá muito, depois deixei... como deixei de fazer tanta coisa gira, mas hoje fui e muito bem acompanhada. No meio do sol (bom) a conversa sobre as "agruras" da vida (mau). Conversar é sempre bom, mas o que eu gostava mesmo era de dar um tiro a quem te faz mal (tivesse eu o POOOOOODERRRRR). Pelo menos estivemos juntas com as outras três a tentarem desfazer o tapete de relva e flores, com tantas que arrancaram para nos trazerem (são tão pequenas e ao mesmo tempo tão grandes nesta simplicidade do nos fazer sorrir).
Depois do momento zen, há que voltar à vidinha e lá vim eu desmontar meia bagageira do carro e mudar luzes. Ah pois! Não tinha luzes de presença, um dos piscas e luz de nevoeiro trazeira. Tinha mesmo de fazer isto. Lá vesti eu o meu fato de macaco, deixei crescer o bigode (sim, mais do que ele é depois de 50 mil disparos de depilação definitiva), palito na boca (nunca se sabe o que nos pode entrar para os dentes quando mudamos luzes a carros) e fui. E fui muito bem, muito bem sucedida. Eheh, o que eu gosto de esfregar estas coisas simples para mim na cara dos amigos homens que enchem a boca para nos mandar ver novelas! Eheh!O meu carro já tem as luzes todas e agradece!
Voltei para casa, para voltar a ser menina gira e sexy (porque hoje há jantar de miudas armadas em sexo e cidade) e vim aqui. Surpresa!
Este blog é mais ou menos "privado", isto é, nunca o escondi, mas tambem só à pouco tempo o divulguei. Por isso a surpresa, quando encontrei um comentário de alguem que não conheço, mas com quem, pelos vistos, já estive num espaço de partilha e emoção. Viva a comunicação global. Obrigada a ti que deixaste um comentário tão simpático. Parece que andamos por aqui pelos mesmos sitios (obrigada a ti tambem que possibilitaste o encontro! :) ). Acredita que foi uma emoção o Evoé, por variadissimas razões, algumas pessoais, e foi uma emoção encontrar-te por aqui.E há que aproveitor o sabor dos sorrisos que nos dão.
Espero ver-te, ouvir-te e sentir muitas mais vezes. Promessa de ano novo que isto do ano novo é quando uma mulher quiser!

1 comentário:

Iris_Esfenoidal disse...

Viva a comunicação global, viva a música, vivam os blogues:)